Bem Vindo!

Vc está prestes a entrar em meu lugar mais íntimo... o lugar onde rumino meus pensamentos: minha mente!!! Pense bem antes de prosseguir... e depois nao reclame!! Avisado est!!

Obrigada pela visita! :)

24 agosto, 2014

"Vim gastando meus sapatos 
 Me livrando de alguns pesos 
 Perdoando meus enganos 
 Desfazendo minhas malas 
 Talvez assim chegar mais perto

 Vim achei que eu me acompanhava 
 E ficava confiante 
 Outra hora era o nada 
 A vida presa num barbante
 
 (…)

 E tão só eu me sentia e seguia a procurar 
 Esse algo alguma coisa alguém que fosse me acompanhar 
 
 (…)

 Vem eu sei que tá tão perto 
 E por que não me responde 
 Se também tuas esperas te levaram pra bem longe 
 É longe esse lugar 
 Vem nunca é tarde ou distante
 Pra eu te contar os meus segredos
 A vida solta num instante
 Tenho coragem tenho medo sim

 (…)" 
('Que se Danem os Nós') - Ana Carolina


Mais de um ano se passou, e cá estou novamente… hj uma amiga me disse q eu deveria escrever mais… q escrevo bem e q deveria exercitar mais esse meu lado… e aí lembrei do blog, e do tempo q ele esta aqui abandonado, juntando poeira, teias de aranha e mofo… então resolvi dar uma passadinha e um oi, fazer uma faxina básica, alem de deixar registrado um leve esboço de minhas ruminações dessa noite de sábado… (Noite essa igual a tantas e tantas outras… uma mente hiperativa promovendo um volume absurdo de ideias e possibilidades, enquanto o corpo preguiçosamente se recusa a se desenrolar do edredom fofinho e aconchegante onde se instalou…)
Passando os olhos pelos últimos posts, constatei q já faz três anos q evito até mesmo falar sobre relacionamentos, amores e similares, tanto aqui qto no cotidiano… minha ultima experiência no assunto deixou marcas tāo profundas e dolorosas q resolvi seguir a vida imaginando q, num mundo perfeito, homens e mulheres são apenas bons amigos, e o amor fraterno é a forma mais sensata e segura de amor…
O destino foi meu fiel aliado e, associado ao tempo e à frustração, cumpriu sua missão de cicatrizaçāo e cura, mantendo-me distante de qquer nova aventura pelo mundo dos romances…
E td ia maravilhosamente bem… td arrumado, organizado e limpo… minha vida fluindo leve e feliz… e de repente surge alguem pra bagunçar td de novo… e fico me perguntando o motivo pelo qual as coisas nessa área da vida nunca são iguais aos filmes da Meg Ryan com o Tom Hanks, onde td sempre acaba bem e eles são felizes para sempre…
Uma pena as coisas na vida real dificilmente imitarem a arte… e, mais uma vez, o meu mocinho é complicado e mal-resolvido, incongruente e incoerente… sua linguagem verbal totalmente incompatível com sua linguagem corporal e suas atitudes… de q me adiantou tantos anos de análise e autoconhecimento, qdo as pessoas q aparecem em meu caminho não conseguem se encontrar nem admitir o q esta escancarado bem na frente delas!!??
Eu tb tenho medo!!! Tb tenho pavor de q me aconteça de novo td de ruim e traumatizante e assustador q tantas vezes se repetiram nessa minha nem tāo longa vida!!! Mas to aqui, com toda coragem q imagino q tenho, dando novamente minha cara à tapa, me arriscando numa jogada q nem imagino no q vai dar!!! mas to aqui, disposta a me dar a oportunidade de fazer uma história diferente dessa vez, onde as lagrimas possam ter um papel mais doce, e enfim ter meu próprio 'felizes para sempre'...
Talvez eu deva aprender a ser mais tolerante com mentes mais lentas q a minha… talvez deva aceitar q preciso aprender a ser só… ou talvez, apenas aprender a esperar...

22 julho, 2013

Amigos, amigos.. razão a parte...

" ... É sempre mais fácil achar que a culpa é do outro
 Evita o aperto de mão de um possível aliado,
 Convence as paredes do quarto, e dorme tranquilo
 Sabendo no fundo do peito que não era nada daquilo

 Coragem, coragem, se o que você quer é aquilo que pensa e faz
 Coragem, coragem, eu sei que você pode mais
 ... "






Tenho pensado muito sobre amizade, razoes, sentimentos, apegos, sensibilidade, melindres e mais algumas coisas relacionadas a acontecimentos recentes... e novamente me vejo obrigada a analisar opinioes e atitudes que tinha como certas e irredutiveis...
"non dire mai scusa se non sei convinto dei tuoi errori..."... apesar do mal estar q estou sentindo, nao estou convencida do meu erro... pq estou convencida do contrario!!! entao, qual o motivo do mal estar?? racionalmente falando, quem deveria sentir esse mal estar nao seria eu... cometi o imperdoavel erro de insistir pelo melhor, nao apenas ao meu ver, mas o melhor comprovado pela ciencia... se eu nao me importasse com essas amizades, nem sequer perderia meu tempo me preocupando e tentando fazer com que vejam o buraco sem fundo onde estao enfiando suas vidas!!! mas me importo!! me preocupo!! e, mesmo sabendo que nao querem saber do que penso, sinto e digo, continuo aqui, angustiada e triste...
triste pq sei q vou me afastar...
é... eu sou assim... me afasto pra nao me entristecer mais...
fuga?? sim... fujo de pessoas com atitudes q possam me contaminar... de pessoas q se negam a ver o q esta bem diante dos seus olhos... pq isso me da raiva, e esse sentimento me apavora!!!
nao sei lidar com raivas... com odios... acabo falando o q nao devo, as palavras vêm do estomago, sem passarem pelo cerebro, e saem pela boca numa velocidade tao grande q se torna impossivel segura-las... 
anos de analise nao conseguiram fazer com q isso mudasse... melhorou muito, mas continuo com atitudes q acabam me atingindo negativamente... e o unico motivo disso tudo é o medo!!! medo de me magoar... de perder pessoas q amo... de falhar... 
agir com as pessoas da forma como espero q ajam comigo nao tem sido uma boa escolha...
sensibilidade demais acarreta dores q poderiam ser evitadas...
nao importa de quem seja a razao, algumas discussoes sempre serao infrutiferas...
o apego a qquer coisa, seja pessoa ou coisa, so vai tornar a hora da partida mais dificil...
o meu melindre nunca vai prejudicar o outro, apenas a mim...
por mais q ame meus amigos, tenho q me lembrar sempre q meu maior amor tem q ser por mim mesma... 

14 julho, 2013

"Eu andava meio estranho
 Sem saber o que fazia, eu não sei
 Andava assim, eu não sei
 Se era feliz ...
 ...
 Eu achava que faria tudo que não sei
 Que amaria, eu não sei... "

Maior tempao q nao apareco por aqui... confesso q sempre penso em dar uma passadinha e deixar registrado alguma novidade, mas sou obrigada a admitir q a comodidade do acesso a internet via smartphone me deixou mais acomodada e preguicosa do q sempre... assuntos nunca me faltam, mas ate  q eu me anime em ligar o computador, o assunto ja foi dar um rolê pra bem longe do meu cerebro...
e agora to aqui... com tantas novidades desde a ultima vez q postei q nem sei por onde comecar!!
talvez um dos acontecimentos mais importantes e legais foi o de finalmente, depois de uma longa vida de espera, ter ido conhecer o mickey pessoalmente... e o castelo da cinderela... e a sininho... um mundo magico, onde a crianca q nunca deixei de ser ficou tao feliz e realizada e encantada e deslumbrada de um jeito q jamais imaginei q fosse possivel, q ate hj ainda me pergunto se eu tava la mesmo!!! amei a disney!!! e, por enquanto, a unica certeza q tenho é a q vou voltar la, e aproveitar tudo q nao aproveitei dessa vez!!!
as ferias desse ano terminaram no inicio de junho... pra mim, o ano sempre comeca qdo volto das ferias... e esse meu "comeco" de ano tem sido de muito trabalho e tb de muitas mudancas em minha rotina e em minha vida... resolvi voltar às atividades fisicas, me dedicar um pouco mais às minhas crenças, fazer atividades diferentes todos os dias... continuo fazendo terapia, mas agora ja em fase de "desligamento".. a terapeuta diz q ja esta na hora de trabalharmos a minha "alta"... particularmente nao tenho tanta certeza disso, mas se ela diz q ja estou bem o suficiente para caminhar apenas com minhas proprias pernas, algum embasamento cientifico ela deve ter... vou sentir muita falta, mas no fundo, penso q ela esta certa...
muitas outras coisas aconteceram e estao acontecendo em minha vida... coisas demais para serem comentadas num unico post... tentarei voltar com mais frequencia... afinal, a ideia de abandonar o q quer q seja nunca me deixou muito feliz (tenho q encarar esse fato!!)... 
entao, ate breve!!! q essa seja uma noite cheia de sonhos bons e boas inspiracoes... :)

07 novembro, 2011

"...
 tem gente que parte, tem gente que vem pra ficar.
 Tem coisas que nem vale a pena explicar, é melhor sentir,
 deixa essa vida ir, deixa ela te levar.

 ...
 se a gente entendesse a magia que temos em nossas mãos...
 ..."
("Paraíso" - Interprete: Marianna Leporace - Letra: Danilo Caymmi e Dudu Falcão)

saudade... gosto dessa palavra... gosto desse sentimento... em uma viagem q fiz pra italia, uma pessoa me disse q tinha ouvido falar q no brasil existia essa palavra, q nao tinha traducao para a sua lingua, e queria q eu explicasse a ela o q queria dizer... foi muito dificil explicar, afinal, eu nao falava a lingua dela e nem ela a minha... ela chega a conclusao q saudade é o mesmo q melancolia... digo q nao, q saudade nao é um sentimento triste... pra mim, melancolia tem a ver com tristeza, com um sentimento meio deprimente, e q nao tem nada a ver com saudade!!! e nao consegui uma explicacao q a satisfizesse... no final, ela acabou resolvendo q era melancolia mesmo, e a conversa parou por ai...
hj to com saudade... dela, inclusive... da sua familia linda... familia essa q tb é minha, afinal!! parentes distantes q conheci somente agora, mas q ocuparam um lugar especial em meu coracao...
varias pessoas me telefonaram esse final de semana... alguns q eu nao conversava ja ha um certo tempo... outros, com quem falei recentemente, mas q ja me faziam falta... acredito q eles sentiram q eu precisava deles.. acredito q minha saudade viajou ate eles pelo espaco, chegando em seus ouvidos espirituais na forma de intuicao... gosto de pensar assim... me faz bem...
mesmo assim, essa saudade teima em continuar por aqui...
saudade de pessoas q me sao tao queridas, mas q tenho tao pouco contato...
a distancia é um detalhe tao bobo, mas q atrapalha tanto!!
vejo a vida das pessoas mudar tanto... o tempo passa tao rapido q nao consigo acompanhar!! as vezes tenho a sensacao de q eu parei e o tempo nao... e qdo olho a minha volta, ta td diferente, menos eu... crianças pipocam por todos os lados... de repente, um casal de amigos vira uma familia com quatro pessoas!! de onde sairam aqueles dois guris q nao tavam no script??? encontrei com eles nem tem tanto tempo assim, e nao existiam criancas!!! e isso me deixa assustada... muito assustada...
to com saudade da facul... da minha "tchurma"... nem preciso dizer q nao tenho noticias da esmagadora maioria da galera ha anos, ne... e as novidades q tenho da minoria incluem milhares de casamentos e zilhoes de filhos... de repente, é essa explosao populacional q me choca tanto!! afinal, nada melhor pra ilustrar esse assunto do q o milagre da reproducao...
é... as vezes, melancolia pode sim ser um sinonimo de saudade... a italianinha tava certa...

04 outubro, 2011

"...
Mulher é bicho esquisito 
Todo mês sangra
Um sexto sentido maior que a razão.
Gata borralheira, você é princesa
Dondoca é uma espécie em extinção.

Por isso não provoque
É cor-de-rosa choque.
 ..."
("Cor-de-rosa choque" - Rita Lee / Roberto de Carvalho)


"...
 Foi Deus quem fez você;
 Foi Deus que fez o amor;
 Fez nascer a eternidade
 Num momento de carinho.


 Fez até o anonimato
 Dos afetos escondidos
 E a saudade dos amores
 Que já foram destruídos.
 Foi Deus!
 ..."
("Foi Deus Quem Fez Você" - Amelinha)


Hj eu to particularmente nostalgica... to com saudade!!! tenho me sentido assim ja ha algum tempo, só q hj o sentimento ta mais exacerbado... saudade de momentos muito bons q se foram, e poderiam voltar, caso eu fosse dona de minha propria vontade nessas ultimas semanas... eu tinha tempo... disposicao... vontade... e de repente me vi incapaz de fazer coisa alguma, presa numa situacao em q sou tacitamente responsavel, e onde nao tenho escolha!! alguem poderia ate dizer q temos escolha pra td na vida, mas, pelo menos pra mim, nao existe outra possibilidade nesse caso... por conta disso, tenho passado por um conflito de consciencia terrivel, pois me culpo por estar me sentindo presa qdo deveria me resignar e aceitar com alegria a oportunidade q me foi oferecida de auxiliar alguem q precisa de mim... isso me deixa triste e decepcionada comigo mesma...
cansei de escrever.. cansei de pensar...  vou dormir... e pedir pro anjo da guarda olhar por mim...

11 maio, 2011

    Ausência (Carlos Drummond de Andrade)

    Por muito tempo achei que ausência é falta
    E lastimava, ignorante, a falta.
    Hoje não a lastimo.
    Não há falta na ausência.
    Ausência é um estar em mim.
    E sinto-a tão pegada, aconchegada nos meus braços
    que rio e danço e invento exclamações alegres.
    porque a ausência, esta ausência assimilada,
    ninguém a rouba mais de mim.


passou... como uma onda muito brava, q chega qdo vc ta de costas, te da um caldo, te derruba, e depois vai embora, sem 'mas' nem 'porque'... e ai, qdo vc olha pra tras, o mar ta calmo, com umas marolinhas leves, como se nada tivesse acontecido, e vc fica com cara de "ué?!", se perguntando de onde veio aquele caminhao q te atropelou em forma de onda...
mas, assim como veio, se foi... e lentamente volto a ser eu... a cicatriz dessa vez foi profunda e ainda dói... provavelmente virara uma queloide... situacao perfeita para, toda vez q olhar pra ela, me lembrar q burra, fraca, inocente e credula definitivamente sao adjetivos q nao combinam comigo!!!

25 abril, 2011

ai q vontade de vomitar...
eu nunca imaginei q o ódio tivesse essa força... esse poder... sinto meu peito queimar... uma vontade maluca de chorar, gritar, espancar ate desfigurar... eu queria machucar o mesmo tanto q to sendo machucada... meu estomago dói... td queima... peito, estomago, bochechas... eu queria arranhar ate sangrar... nunca senti isso em toda minha vida... é violento, insano... 
percebo o tanto q fui estupida... cega... idiota e retardada...
uma pessoa má nao pode mudar.... nao pode pq a maldade se enraiza... se prende ao ser... 
ta doendo tanto... nao consigo parar de chorar... eu nao quero ficar assim... eu nao quero sentir isso!!!!!!! Deus, faz passar!!!!!!! meu rosto ta formigando... minhas maos tb...
eu queria sumir daqui... desaparecer pra sempre... pra um lugar onde nao houvesse internet e ninguem falasse minha lingua... onde ninguem soubesse quem eu sou e ninguem me encontrasse... eu queria me trancar no meu quarto e ficar la ate q o mundo se esquecesse q eu existo... eu queria nao precisar ir trabalhar amanha... 
eu queria ir pra um mundo onde as pessoas tivessem um minimo de consideracao e respeito para com quem as ama... to me sentindo pequenininha e só... e nao consigo uma consulta extra com a psicologa... preciso de um pronto-socorro de alma... preciso parar de chorar...

Visualizações